Mensagens

Vlad Vexler e a Rússia de Putin

Imagem
Jake Broe é um dos canais do YouTube que eu sigo sobre a Guerra Russo-Ucraniana. Vlad Vexler é outro. Se o primeiro mostra grande qualidadde na informação corrente sobre o conflito, o segundo é mais importante pelo conhecimento político sobre as entranhas do regime putinista. Vlad Vexler nasceu na moribunda União Soviética, migrou ainda antes da queda para Israel e depois para o Reino Unido, onde se formou em filosofia política. As suas análises da sociedade russa e do projeto de poder de Putin são decisivas. Este texto é uma tradução parcial da transcrição da entrevista de Jake Broe a Vlad Vexler , no canal do primeiro. Abreviei ou apaguei os coloquialismos da linguagem falada, para mais facilidade de leitura. Acrescentei também os subtítulos. Aconselho vivamente que frequentem estes dois canais.

Mau Sexo

Imagem
Podem as mulheres salvar-se do mau sexo? “Encontrar os seus desejos é um processo consciente”. A autora de “Mau Sexo” Nona Willis Aronowitz discute com Salon porque é que a libertação sexual é tão fugidia. Por Amanda Marcotte . Tradução do artigo em Salon, 3/9/2022. Mau sexo: Todos já o tiveram, embora poucas pessoas se sintam suficientemente seguras para falar nisso. Para as mulheres que fazem sexo com homens, o mau sexo é, francamente. um problema crónico, um problema que infecta todo o tipo de encontros, desde a clássica aventura de uma noite até ao casamento a longo prazo. Não é suposto ser assim, escreve a editora da Teen Vogue Nona Willis Aronowitz no seu novo livro “Bad Sex: Truth, Pleasure, and an Unfinished Revolution” [Mau Sexo: Verdade, prazer e uma revolução inacabada]. “O sexo nunca foi tão normalizado, o feminismo nunca foi tão popular, as relações românticas nunca foram tão maleáveis — no entanto, ainda não transcendemos os vínculos que fazem o sexo e o amor cor

Que deve a Rússia fazer com a Ucrânia?

Imagem
Este é o artigo que foi publicado pela agência noticiosa estatal russa RIA-Novosti (russo: РИА Новости). Este meio de comunicação social ao longo dos anos foi uma das principais vozes da propaganda russa e das notícias falsas. A RIA-Novosti é conhecida pelo seu apoio sistemático ao Kremlin, violação das normas jornalísticas e trabalha de acordo com o chamado “temnik” (directivas e agendas do governo). A posição neste artigo corresponde à posição da Rússia.

Apocalypse Now: Caminhoterapia

Imagem
Traduçãp do artigo Apocalypse Now: Caminoterapia , de Antón Pombo, em Gronze , site ligado à divulgação do Caminho de Santiago. O autor liga certos usos recentes do Caminho de Santiago às modernas manias da auto-ajuda, new age e espiritualismo individualista. Não vamos replicar o discurso do coronel Kurtz ou entrar em disquisições morais sobre o bem e o mal, mas apenas tentar abordar mais uma vez, sem preconceitos mas através de uma nova abordagem, o aparente sucesso actual do Caminho de Santiago.

Guerra Russo-Ucraniana ecoa Guerra da Crimeia de 1853

Imagem
Como a actual guerra da Rússia na Ucrânia ecoa a sua Guerra da Crimeia dos anos 1850, tradução de artigo na NPR How Russia's current war in Ukraine echoes its Crimean War of the 1850s , 13 de Julho de 2022, por Greg Myre A fronteira entre a Ucrânia e a Crimeia, numa fotografia do início de Fevereiro deste ano. A Rússia anexou a Crimeia da Ucrânia em 2014. Em 24 de Fevereiro deste ano, as forças russas na Crimeia avançaram mais para o sul da Ucrânia e ocuparam território adicional na região. — Claire Harbage/NPR KYIV, Ucrânia — Eis uma visão amplamente difundida da guerra da Rússia: A Rússia tinha um exército mais poderoso e esperava uma vitória rápida. Não pensava que as potências ocidentais iriam intervir. No entanto, uma campanha militar mal planeada levou a uma luta muito mais dura do que o esperado. Para sermos claros, não estamos a falar da actual guerra da Rússia na Ucrânia. Estamos a falar da guerra da Rússia na Crimeia, na década de 1850.

Quando o açude rebentar

Imagem
Se continua a chover, o açude vai rebentar. Quando o açude rebentar, vou ficar sem casa. Vou-me embora para Chicago... A canção, uma das minhas all time favourites , pertence ao álbum mítico de 1971 Led Zeppelin IV (que não tem realmente nome; o seu título são quatro símbolos obscuros escolhidos pelos membros da banda). When the Levee Breaks, Led Zeppelin, 1971 (remasterizado)

A Barraca de Borscht da Babushka

Imagem
A moralidade da Guerra Defensiva Tradução de Cosmopolitanism and Defensive Warfare , do blogue stderr de Freethought Blogs The Morality of Defensive War , Cécile Fabre; Seth Lazar, Oxford : Oxford University Press, 2014. Há um livro ao qual tenho regressado repetidamente, há anos. Fascina-me, porque expõe muitos problemas filosóficos que eu nunca tinha considerado. [Na minha mente, este livro faz conjunto com outro livro que irei comentar no meu próximo post . É exatamente o que o título diz: um grupo de filósofos que se preocupam com a moralidade analisa a moralidade da guerra defensiva. É muito mais complicado do que se poderia esperar. Em primeiro lugar, vamos eliminar a parte óbvia: a guerra ofensiva é imoral, ponto final. Envolve um Estado (geralmente) a invocar a sua energia coletiva, e a fazer violência a outro Estado; isso envolve inevitavelmente os cidadãos do Estado sob ataque, que são considerados inocentes de qualquer ofensa que justifique o ataque. Justif