7 de maio de 2021

Ou trabalhas ou morres à fome

Há séculos que os empresários temem a escassez de trabalhadores

A chamada crise de pessoal remonta à era colonial.

Embora relativo às condições dos EUA, este artigo do Intercept esclarece muito bem alguma da propaganda nostil que nos é servida constantemente como informação económica.

Trabalhadores recentemente “libertados” numa plantação de açúcar nas Índias Ocidentais em 1849. O seu trabalho é vigiado por um supervisor branco com um chicote. Imagem: Arquivo Hulton / Imagens Getty

20 de abril de 2021

O debate sobre as origens islâmicas torna-se público

Peter von Sivers

Peter von Sivers é autor de Patterns of World History. Um seu homónimo foi almirante da Marinha Imperial russa sob Pedro, o Grande.

Peter von Sivers,
Prof. Emeritus, Dep. História da Universidade do Utah

History Compass 1 (2003) ME 058, 001–016

Tradução do artigo científico The Islamic Origins Debate Goes Public (PDF, 8000 palavras), publicado no site de História revisto por pares History Compass, sobre as origens do Islão. Com muitos anos de atraso sobre o estudo das origens históricas das escrituras sagradas cristãs e judaicas, alguns especialistas em textos antigos e História da Antiguidade Tardia começaram a debruçar-se sobre o relato que os crentes do Islão fazem das origens da sua religião. O resultado das suas pesquisas conta uma história bem diferente da que é comummente aceite. Este texto é de 2003 e desde então, certamente, a pesquisa continuou, mas é bem completo e exaustivo na revista que faz do trabalho de vários autores.

16 de abril de 2021

EUA – Não são só os jovens progressistas brancos a deixar a religião

Tradução de um artigo de Ryan P. Burge en Five Thirty-Eight, "It’s Not Just Young White Liberals Who Are Leaving Religion"

Apenas 47% dos adultos estadunidenses disseram ser membros de uma igreja, mesquita ou sinagoga, de acordo com uma pesquisa divulgada recentemente e conduzida pela Gallup no ano passado. Foi a primeira vez que a maioria dos estadunidenses disseram que não eram membros de uma igreja, mesquita ou sinagoga desde que a Gallup começou a inquiri-los sobre a sua filiação religiosa, na década de 1930. Na verdade, a descoberta da Gallup foi uma espécie momento charneira no afastamento, há muito estudado, dos estadunidenses da religião organizada.

9 de abril de 2021

Marxismo, a religião messiânica dos trabalhadores

Tenho hesitado muito em escrever este texto, que me trará, não duvido, rasgados elogios dos meus inimigos políticos e severas críticas dos meus aliados. Mas tem que ser. Há limites para viver em mentiras. Mesmo que as ilusões possam, por vezes, ser úteis, por fim sempre serão nocivas. Não se pode basear a ação política numa ilusão.

29 de março de 2021

Interseccionalidade e Teoria Crítica

Como vosso comissário político, ordeno-vos que leiam este artigo de Valerie Tarico. É longo, mas é necessário que o leiam, para que não baixem a vossa nota em correção política.

Estou a brincar. O artigo é importante, precisamente, porque rejeita os comissários políticos e critica umas inquietantes mostras de estalinismo que afloram nos movimentos anti-racistas e feministas recentes. Recomendo vivamente.

21 de março de 2021

Gourmets, connaisseurs e a ilusão do prazer supremo

Há tempos, publiquei no Facebook uma história deliciosa: numa cervejaria "francesa" de Nova Iorque, serviram, por erro, um vinho Pinot Noir de 50 dólares a um grupo que tinha encomendado um Château Mouton Rothschild de dois mil, e serviram este a um casal jovem que tinha encomendado o vinho de 50. O casal estava na brincadeira, fazendo o teatro de estarem a beber um vinho superlativo, sem saber que estavam mesmo a bebê-lo; o grupo de empresários bebia o vinho de 50 dólares com enormes elogios, sem saber que era um relativamente banal Pinot Noir.

26 de fevereiro de 2021

Jesus, o impasse hermenêutico

Continuando de New French Mythicist Book... Vemos como a autora Nadine Charbonnel, uma filósofa, inicia a sua jornada com a relação da tradição filosófica com a Bíblia, no livro Jésus-Christ, Sublime Figure de Papier. Este é apenas um de uma extensa série de artigos que Neil Godfrey, no seu blogue Vridar, consagrou a discutir este livro.

A criação de Jesus

Nadine Charbonnel, professora de Filosofia na Universidade de Estrasburgo, propõe uma nova explicação da origem do conceito de Jesus, no seu livro Jésus-Christ, Sublime Figure de Papier. Este é apenas um de uma extensa série de artigos que Neil Godfrey, no seu blogue Vridar, consagrou a discutir este livro.

12 de fevereiro de 2021

Soros, o benemérito, Soros, o papão

O nome Soros aparece por todo o lado ligado a maléficas conspirações. Conspirativistas nos EUA apontam-no como membro da cabala de sacrificadores de crianças do estado profundo que se opõe a Donald Trump. Vladimir Putin proibiu as atividades das fundações de Soros no seu país. O mesmo fizeram os regimes autoritários da Bielorrússia, da Hungria (o seu país natal), da Turquia, do Cazaquistão e do Turcomenistão. Até algumas vozes de esquerda fazem coro, por vezes, a denunciar o seu nome. Mas quem é George Soros?

5 de fevereiro de 2021

Confissão

Estou velho.

Atingi, à custa de muito sofrimento e ansiedade, alguma sabedoria.

Mas é tarde de mais para agir sobre ela. Mesmo que eu tivesse a pachorra, a generosidade, a ilusão de agir sobre ela, não iria adiantar muito.

As hostes que eu iria querer motivar, preferem verdades mais simples. Aquelas a que eu me entreguei quando era jovem,

Livrar-me das certezas ingénuas levou tempo, muito trabalho mental. Aquilo que se aprende é difícil de transmitir. Aprender com a experiência dos outros é quase impossível. Na verdade, até aprender com a nossa própria experiência é muito complicado.

Quando era jovem, fui militante. Fiz o meu melhor, mas hoje digo, ainda bem que aquilo que eu ambicionava não era possível. Iria ser distópico.