14 de abril de 2011

Portugal trabalha

“Os portugueses, em média, passam quase nove horas por dia a trabalhar.

Portugal é o país europeu onde se trabalha mais horas, com e sem vencimento, por dia. Em média, os portugueses trabalham no total cerca de 8 horas e 47 minutos todos os dias, ocupando o terceiro lugar no ‘ranking' dos países da OCDE. Para além disso, ainda a nível europeu, os portugueses são os que mais horas diárias trabalham sem vencimento, com cerca de 3 horas e 53 minutos. Um volume de trabalho que representa 53% do PIB nacional e que nos classifica em quarto lugar da tabela da OCDE.

São estas algumas das principais conclusões do último estudo da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), o ‘Society at a Glance'. A organização, que reúne os 30 países mais ricos do mundo, analisou os países em termos de horas de trabalho remunerado e não remunerado (tarefas domésticas, entre as quais cozinhar, fazer limpezas ou fazer compras).” Económico, Ana Petronilho, 13/4/2011

Alguém a quem seja caro o ponto de vista patronal dirá que os portugueses passam muito tempo no trabalho mas na verdade não fazem nenhum. Um ideólogo de esquerda dirá que os portugueses trabalham muito mas os patrões metem tudo ao bolso. Um neoliberal dirá que os recursos são esbanjados pelo estado social. Um curioso dos recursos humanos e da formação dirá que a produtividade é baixa por falta de formação e organização e não deixará de lembrar que em Portugal, em média, os patrões são (ainda) mais ignorantes que os empregados. Por fim, um macro-economista dirá que o nosso país está situado numa posição desfavorável na cadeia de valor e que só tem acesso às piores tarefas, as que menos rendem.

Quem tem razão? One of the above? Todos? Nenhum?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente, mesmo que não concorde. Gosto de palmadas nas costas, mas gosto mais ainda de polémica. Comentários ofensivos ou indiscretos podem vir a ter de ser apagados, mas só em casos extremos.