31 de julho de 2021

A palavra proibida

Este país está de saída?

Por Tom Engelhardt (tradução do artigo The Forbiden Word, em Tom Dispatch

Foi há muito tempo, num mundo aparentemente sem desafios. Lembram-se de quando nós, americanos, vivíamos num planeta com uma Rússia abatida, uma China que mal se erguia e nenhum inimigo óbvio, exceto o que mais tarde veio a ser conhecido como um “eixo do mal”, três países incapazes então de pôr este em perigo? Ah, e, como se viu, um jovem e rico ex-aliado saudita, Osama bin Laden, e 19 sequestradores, a maioria deles também sauditas, de um pequeno grupo chamado Acaida que por breves instantes possuiu uma “força aérea” de quatro jactos comerciais. Não admira que este país fosse então apontado como a maior força, a superpotência de todos os tempos, ostentando uma força militar que deixava todos os outros na poeira.