31 de março de 2013

O GRANDE QUESTIONÁRIO DE PÁSCOA

por David Fitzgerald
Responda a este pequeno questionário e vai descobrir que talvez não saiba tanto sobre a Páscoa cristã como pensava.
Esta é a minha tradução em português de um original de David Fitzgerald. publicado em The Skeptic Money sob o título The Ultimate Easter Quiz – Jesus Gets Nailed!. David Fizgerald é meu amigo no Facebook, mas mais importante que isso, é um historiador e tem-se dedicado a investigar alguns dos mitos religiosos mais 'sagrados'. Meteu-se com os mórmones e os cristãos. O seu último livro chama-se Nailed: Ten Christian Myths That Show Jesus Never Existed At All.

Questionário

1. Quando é que Jesus foi crucificado?
a) Na terceira hora (9 da manhã) de sexta-feira, a manhã da Páscoa hebraica.
b) Pouco depois da sexta hora (meio-dia) de sexta-feira, no dia antes da Páscoa hebraica.
c) Ele na verdade não foi crucificado, mas o seu gémeo Tomás Dídimo foi.
d) Ele não foi realmente crucificado, só pareceu tê-lo sido.
e) Não sabemos ao certo, visto que os evangelhos divergem irreconciliavelmente.

2. Que eventos sobrenaturais ocorreram aquando da sua morte?
a) Um terramoto atingiu Jerusalém (na verdade dois) suficientemente forte para quebrar pedras.
b) Uma escuridão sobrenatural envolveu toda a terra.
c) A cortina do templo rasgou-se ao meio espontaneamente.
d) Uma ressurreição em massa de todos os homens santos judeus, que rastejaram para fora das suas tumbas e apareceram a muitos em Jerusalém.
e) Tudo o descrito acima, dependendo de qual o evangelho que se ler.

3. Que provas históricas temos desses eventos sobrenaturais?
a) Todos os escritores antigos desse tempo os mencionam.
b) Muitos escritores importantes da Judeia os discutem.
c) Ninguém os menciona, mas temos provas arqueológicas deles.
e) Não há nem uma réstea de prova de nenhum deles, escrita ou não.

4. Quantas mulheres foram ao túmulo?
a) Três: Maria Madalena, a mãe de Tiago e Salomé.
b) Duas: Maria Madalena e "a outra Maria".
c) Muitas: Maria Madalena, Joana, Maria, mãe de Tiago e outras mulheres.
d) Só uma: Maria Madalena.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

5. O que encontraram lá?
a) Um jovem sentado dentro do túmulo, à direita.
b) Dois homens, de pé lá dentro.
c) Dois anjos sentados um em cada lado da cama.
d) Uma guarda de soldados romanos de sentinela, quando de repente um grande terramoto ocorre e um anjo desce do céu, a sua face brilhante como o relâmpago e as suas vestes brancas como a neve; os guardas romanos aterrorizados caem mortos e o anjo rebola a pedra e senta-se nela.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

6. Que aconteceu depois da visita ao túmulo?
a) As mulheres fogem aterrorizadas e nunca contam a ninguém o que viram.
b) Jesus aparece, é inicialmente confundido com o jardineiro e depois ternamente junta-se a Maria.
c) As mulheres contam aos discípulos, que não acreditam nelas.
d) Pedro ganha a toda a gente na corrida até ao túmulo, ou possivelmente é batido por um dos outros discípulos.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

7. Quando e onde Jesus ressuscitado apareceu primeiro aos discípulos?
a) Numa montanha da Galileia (100 a 160 km de Jerusalém), exatamente como o anjo disse que apareceria.
b) Não sabemos; nada nos é dito depois das mulheres fugirem do túmulo.
c) Aparece a dois seguidores (não discípulos) na estrada para Emaús (a 11 km de Jerusalém).
d) Materializa-se numa sala fechada em Jerusalém onde os discípulos estão a jantar.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

8. Quando e como é que Jesus subiu ao céu?
a) Jesus voltou para o céu no mesmo dia em que ressuscitou, logo depois do jantar, de uma sala em Jerusalém.
b) Não sabemos exatamente, mas é pelo menos oito dias depois da ressurreição, quando os apóstolos recalcitrantes voltaram à pesca no lago de Tiberíades.
c) Depois da sua ressurreição, Jesus passa pelo menos 40 dias ensinando os seus discípulos em Jerusalém antes de ascender ao céu do Monte das Oliveiras.
d) Jesus não ascendeu ao céu; encontrou os seus discípulos nas montanhas da Galileia e disse-lhes que estaria sempre com eles.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

9. Quem escreveu estes evangelhos, afinal?
a) Mateus, Marcos, Lucas e João; ora essa, é o que diz na capa.
b) Na verdade, nenhum dos evangelhos reclama ter sido escrito por testemunhas; todos eram originalmente anónimos e foram escritos pelo menos uma geração mais tarde.
c) O de Marcos data quase do fim do século primeiro e os outros são de um período entre o começo e o meio do século segundo, já que querem saber.
d) Mas esperem aí: não só isso, mas Mateus e Lucas refizeram o evangelho de Marcos, acrescentando o seu próprio material e ajeitando o texto de Marcos para melhor se ajustar ao que eles pensavam que ele devia dizer.
e) Vejam só: como se isto não chegasse, todos os evangelhos têm sido emendados e acrescentados por editores tardios, a para os primeiros duzentos a trezentos anos não temos maneira de saber qual a fidelidade com que os originais foram preservados.

Semana Santa em Valencia, Espanha, fonte: Time

Soluções

As respostas certas estão a vermelho

1. Quando é que Jesus foi crucificado?
a) Na terceira hora (9 da manhã) de sexta-feira, a manhã da Páscoa hebraica.
b) Pouco depois da sexta hora (meio-dia) de sexta-feira, no dia antes da Páscoa hebraica.
c) Ele na verdade não foi crucificado, mas o seu gémeo Tomás Dídimo foi.
d) Ele não foi realmente crucificado, só pareceu tê-lo sido.
e) Não sabemos ao certo, visto que os evangelhos divergem irreconciliavelmente.

Nota: De acordo com os evangelhos sinópticos (Mateus, Marcos e Lucas) Jesus foi crucificado às nove da manhã do dia da Páscoa hebraica; João insiste que foi na tarde do dia antes da Páscoa. Para piorar tudo, todos dizem que foi numa sexta-feira. Seitas cristãs posteriores argumentaram que nunca foi crucificado de todo, que foi apenas um truque espiritual.

2. Que eventos sobrenaturais ocorreram aquando da sua morte?
a) Um terramoto atingiu Jerusalém (na verdade dois) suficientemente forte para quebrar pedras.
b) Uma escuridão sobrenatural envolveu toda a terra.
c) A cortina do templo rasgou-se ao meio espontaneamente.
d) Uma ressurreição em massa de todos os homens santos judeus, que rastejaram para fora das suas tumbas e apareceram a muitos em Jerusalém.
e) Tudo o descrito acima, dependendo de qual o evangelho que se ler.

3. Que provas históricas temos desses eventos sobrenaturais?
a) Todos os escritores antigos desse tempo os mencionam.
) Muitos escritores importantes da Judeia os discutem.
c) Ninguém os menciona, mas temos provas arqueológicas deles.
e) Não há nem uma réstea de prova de nenhum deles, escrita ou não.

Nota: Na verdade não temos provas de qualquer destes eventos espetaculares, mas temos relatos históricos de incidentes muito menos interessantes, incluindo as proezas de outros pretensos messias menores durante o tempo em que os evangelhos afirmam que a fama de Jesus se espalhava como fogo no mato pela Judeia, Galileia e para lá da Decápole e da Síria.

4. Quantas mulheres foram ao túmulo?
a) Três: Maria Madalena, a mãe de Tiago e Salomé.
b) Duas: Maria Madalena e "a outra Maria".
c) Muitas: Maria Madalena, Joana, Maria, mãe de Tiago e outras mulheres.
d) Só uma: Maria Madalena.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

Nota: a) Três (de acordo com Marcos)
b) Duas (de acordo com Mateus)
c) Muitas (de acordo com Lucas)
d) Só uma (de acordo com João)

5. O que encontraram lá?
a) Um jovem sentado dentro do túmulo, à direita.
b) Dois homens, de pé lá dentro.
c) Dois anjos sentados um em cada lado da cama.
d) Uma guarda de soldados romanos de sentinela, quando de repente um grande terramoto ocorre e um anjo desce do céu, a sua face brilhante como o relâmpago e as suas vestes brancas como a neve; os guardas romanos aterrorizados caem mortos e o anjo rebola a pedra e senta-se nela.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

Nota: a) Um jovem (de acordo com Marcos)
b) Dois homens (de acordo com Lucas)
c) Dois anjos (de acordo com João)
d) Guardas/terramoto/anjos resplandecentes (de acordo com Mateus)

6. Que aconteceu depois da visita ao túmulo?
a) As mulheres fogem aterrorizadas e nunca contam a ninguém o que viram.
b) Jesus aparece, é inicialmente confundido com o jardineiro e depois ternamente junta-se a Maria.
c) As mulheres contam aos discípulos, que não acreditam nelas.
d) Pedro ganha a toda a gente na corrida até ao túmulo, ou possivelmente é batido por um dos outros discípulos.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

Nota: As mulheres a fugir aterrorizadas e sem contar a vivalma é o final original de Marcos, que acabava no cap. 16, versículo 8; o resto do capítulo é um de dois finais que foram adicionados muito depois. João conta a história de Maria voltando só e tomando Jesus pelo jardineiro. Lucas põe as mulheres a correr a contar aos discípulos incrédulos, mas então põe Pedro a mudar de ideias e a correr para o túmulo. João põe Pedro e o "Querido Discípulo" os dois a correr para o túmulo, e faz Pedro perder a corrida; portanto é óbvio que o "Querido Discípulo" (que é suposto ser a real fonte do evangelho de João) é o melhor.


7. Quando e onde Jesus ressuscitado apareceu primeiro aos discípulos?
a) Numa montanha da Galileia (100 a 160 km de Jerusalém), exatamente como o anjo disse que apareceria.
b) Não sabemos; nada nos é dito depois das mulheres fugirem do túmulo.
c) Aparece a dois seguidores (não discípulos) na estrada para Emaús (a 11 km de Jerusalém).
d) Materializa-se numa sala fechada em Jerusalém onde os discípulos estão a jantar.
e) Não há maneira de saber, porque nenhum dos evangelhos concorda.

Nota: Mateus faz Jesus encontrar os discípulos numa montanha da Galileia. O evangelho de Marcos originalmente acabava no túmulo vazio sem aparição de Jesus. Mais tarde foi acrescentado um final baseado em Lucas. Lucas faz Jesus aparecer a Cleopas e a outro seguidor não nomeado na estrada de Emaús antes de aparecer aos discípulos, o que, naturalmente, levanta a questão: quem raio é Cleopas e que importância tem? João, como vimos, faz Jesus aparecer primeiro a Maria antes de interromper magicamente a ceia dos discípulos — mas não todos; tem que voltar uma semana mais tarde para convencer Tomás.

8. Quando e como é que Jesus subiu ao céu?
a) Jesus voltou para o céu no mesmo dia em que ressuscitou, logo depois do jantar, de uma sala em Jerusalém.
b) Não sabemos exatamente, mas é pelo menos oito dias depois da ressurreição, quando os apóstolos recalcitrantes voltaram à pesca no lago de Tiberíades.
c) Depois da sua ressurreição, Jesus passa pelo menos 40 dias ensinando os seus discípulos em Jerusalém antes de ascender ao céu do Monte das Oliveiras.
d) Jesus não ascendeu ao céu; encontrou os seus discípulos nas montanhas da Galileia e disse-lhes que estaria sempre com eles.
e) Não sabemos; a propósito, Lucas é o único evangelista que menciona a ascensão.

Nota p. 8 Mateus termina o seu evangelho com Jesus ainda na montanha na Galileia com os seus discípulos. João acaba com os discípulos, em vez disso, voltando a ser pescadores de novo, e Jesus a aparecer-lhes no lago de Tiberíades. Nenhum destes evangelhos menciona a ascensão. Marcos originalmente acabava em 16:8 também sem relato de ascensão, mas o final acrescentado por editores tardios seguia Lucas e punha-o a ascender logo depois do jantar, embora o jantar de Marcos tenha lugar em Jerusalém e o de lucas na vizinha Betânia. Estranhamente, Actos 1:9-12 (também escrito pelo autor de Lucas) contradiz todos os quatro evangelhos dizendo-nos que Jesus andou por lá quarenta dias (!) sem reação por parte do público ou dos inimigos que o executaram, antes de subir ao céu a partir do Monte das Oliveiras.

9. Quem escreveu estes evangelhos, afinal?
a) Mateus, Marcos, Lucas e João; ora essa, é o que diz na capa.
b) Na verdade, nenhum dos evangelhos reclama ter sido escrito por testemunhas presenciais; todos eram originalmente anónimos e foram escritos pelo menos uma geração mais tarde.
c) O de Marcos data quase do fim do século primeiro e os outros são de um período entre o começo e o meio do século segundo, já que querem saber.
d) Mas esperem aí: não só isso, mas Mateus e Lucas refizeram o evangelho de Marcos, acrescentando o seu próprio material e ajeitando o texto de Marcos para melhor se ajustar ao que eles pensavam que ele devia dizer.
e) Vejam só: como se isto não chegasse, todos os evangelhos têm sido emendados e acrescentados por editores tardios, a para os primeiros duzentos a trezentos anos não temos maneira de saber qual a fidelidade com que os originais foram preservados.

Nota: Tecnicamente, todas as respostas estão certas, excepto a).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comente, mesmo que não concorde. Gosto de palmadas nas costas, mas gosto mais ainda de polémica. Comentários ofensivos ou indiscretos podem vir a ter de ser apagados, mas só em casos extremos.