7 de dezembro de 2019

O sexo dos anjos

Todos já ouvimos a pergunta que teria ocupado os cidadãos de Constantinopla enquanto os turcos ameaçavam a cidade:

"Quantos anjos podem dançar na cabeça de um alfinete?"

A resposta esperta dos cristãos é "todos".

Os anjos são seres supostamente sobrenaturais, então o seu tamanho físico é o que decidirem ter, aparentemente.

Quantos anjos existem? São homens ou mulheres, ou ambos? Discutir o sexo dos anjos, em português e espanhol, significa ocupar-se com questões frívolas.

Mesmo frívola, a Bíblia não é clara sobre esta questão. Os anjos são frequentemente descritos como femininos, mas quando recebem nomes, esses nomes são todos masculinos. Poderiam ser trans?

A Bíblia também não deixa claro quantos existem. Há só duas frases que discutem os seus números:

“Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e às miríades de anjos" (Paulo de Tarso, Epístola aos Hebreus, 12:22).

“E para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra. E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles miríades de miríades, e milhares de milhares, que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças" (João de Patmos, Apocalipse, 5:10-12).

"A Canção dos Anjos", William-Adolphe_Bouguereau (1825-1905), Wikipedia

Miríade é uma palavra grega que significa dez mil; portanto, uma única “miríade de miríades” seria dez mil ao quadrado, ou cem milhões, mas a citação acima diz “miríades de miríades”, de modo que esse número deve ser multiplicado pelo número de “miríades de miríades”. Devem ser muito pequenos para "todos" poderem dançar na cabeça de um alfinete.

As almas também são entidades sobrenaturais que supostamente deixam o corpo quando ele morre. Qual é o tamanho de uma alma e quanto pesa? Pelo menos um indivíduo interessou-se por isso. Um médico do Massachusetts chamado Duncan MacDougall tentou realmente medir o peso da alma em 1907. Colocou seis pacientes terminais em camas especialmente construídas com uma balança embutida. Quando morreram, observou uma perda média de peso de 21 gramas. Isso deixou alguns crentes cristãos realmente empolgados até que alguém examinou a sua metodologia e determinou que os resultados eram na verdade inconsistentes e que usou os dados de apenas quatro dos seis corpos. Pode ter sido um bom médico, mas como cientista, era um cepo. Outro problema é que é difícil definir exatamente o instante da morte, quando a alma supostamente sai.

Quanto ao tamanho da alma, alguns dizem que é do tamanho do corpo até à morte e depois diminui para dois terços disso. Obviamente, não há evidência científica que apoie tal afirmação. É ainda mais risível que a do Dr. MacDougall mas, se fosse verdade, isso certamente significa que todos os cristãos que subiram ao céu quando morreram devem estar a passar pelo cabo dos trabalhos para encontrar um lugar para se sentarem aos pés de Jesus.

Todas as coisas sobrenaturais, incluindo o Todo-Poderoso, são produtos da imaginação humana, é claro. Não há evidências de que alguma delas realmente exista. Isto não quer dizer não existam, mas certamente justifica que uma pessoa razoável conclua que a sua existência é altamente improvável.

Tradução e adaptação do texto How many angels...? do blogue A Tippling Philosopher.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comente, mesmo que não concorde. Gosto de palmadas nas costas, mas gosto mais ainda de polémica. Comentários ofensivos ou indiscretos podem vir a ter de ser apagados, mas só em casos extremos.